O Que é E Como Utilizar Uma Estrutura Analítica De Projetos

O próximo ano, como de hábito, promete ser movimentado dentro da literatura pernambucana. O período já começa com um lançamento de Raimundo Carrero, que vai divulgar a ficção baseada na sua recuperação do AVC e na sua vida, chamada O senhor vai variar de corpo (Record). A data da estreia é pela terceira semana de janeiro. “A editora está entusiasmada.

Advertisement

O livro é o que se chama de ‘auto-ficção’, com a minha história transformada na história de um escritor e jornalista”, adianta. Outra novidade pra 2015 de Carrero é a coletânea Nordestes (Record), organizada por ele e pelo seu agente Stéphane Chao. “Falamos de Nordestes, no plural, em razão de vamos comprovar as diversas linhas da literatura brasileira a localidade, bem além do regionalismo”, explica. Ele fez um grande prefácio pro volume.

Entre os muitos autores presentes pela obra, estão Osman Lins, Clarice Lispector, Breno Accioly, Hermilo Borba Filho, Tércia Montenegro, Ariano Suassuna, Gilberto Freyre, Jorge Amado e Graciliano Ramos. Ronaldo Correia de Brito prepara um novo livro de contos, ainda sem título, que sairá pela Alfaguara. Ademais, vai ver de perto um dos contos de Faca virar curta-metragem pela França e trabalha com projetos para a Tv. “O conto obteve pelo menos 4 adaptações pra curta, que estão em recurso de filmagem”, indica.

Advertisement

Outra novidade vem de Sidney Rocha. Com dois livros prontos para 2015, vai lançar Claro,escuro, primeiro romance da trilogia Gerônimo, e Batalha de ninguém, volume de contos que conclui a tríada iniciada com Matriuska e O destino das metáforas, ambos na Iluminuras. Um em cada semestre, todavia ainda não entende a ordem. “Enquanto isso, escrevo, escrevo, escrevo”, sinaliza.

Marcelino Freire bem como está abundante em projetos. Como renovou o contrato com a Record, verá o livro de contos Gostar é crime sair na empresa carioca, em edição revista e ampliada. Bem como Angu de sangue vai obter versão pocket na Ateliê Editorial, celebrando os quinze anos do enredo. No mais, ingerir, viver e ser feliz”, anuncia.

Advertisement

Ainda em 2015, Jussara Salazar lança sua nova obra e poemas, chamada Cantigas de fiar. Aprovado no Funcultura, o livro traz versos baseados na tradição das rendeiras e fiandeiras da pequena comunidade de Gravatá dos Gomes, em Poção, no Agreste do Estado. A poeta e pesquisadora Renata Pimentel também terá nova obra, a primeira após o livro Da arte de untar besouros.

  1. Quatro critérios pra ti verificar antes de fazer a matrícula
  2. Comemoração dos 10 anos FOPROF
  3. Informações De Estudo Para Concurseiros Estreantes (Universidad Nacional Autónoma de México) México
  4. três Ensino 3.1 Graduação
  5. 23/11/2016 - das 08h30min às 11h30min
  6. Prova oral: cuidado redobrado

Em Suave e denso como o voo das árvores, ela pesquisa criar uma espécie de “dramaturgia poética” - a edição deve revelar com desenhos e iluminuras de André Vítor Brandão, bailarino e artista visual pernambucano. A Avaliação Da Aprendizagem No Ensino Superior , premiado com O aquário desenterrado, deve lançar tua terceira obra de poesia, chamada provisoriamente de Manual de espera e de solidão, lançada pela Confraria do Vento.

Advertisement

O volume fração das histórias familiares, da memória, pra expressar do tempo e das sensações humanas. Débora Ferraz, pernambucana radicada na Paraíba, vai se mudar pro Rio Enorme do Sul, para fazer o doutorado em escrita creativa pela PUC-RS. Cinco Excelentes Dicas Para Estudar Cálculo 1 deve concluir um novo romance, sobre isso uma arquivista que decidiu tatuar o organismo inteiramente para desaparecer.

Bruno Liberal, goiano radicado em Petrolina, volta a publicar contos inéditos após o livro Olho morto amarelo, premiado com o Prêmio Pernambuco de Literatura. Novamente, será uma obra de contos, chamada O inverso de B, a sair em março ou abril de 2015. Serão 13 contos, sendo dez inéditos, no volume. Ele ainda começou a digitar um romance, sem antevisão de publicação. Pedro Américo Farias vai ainda organizar o livro Coisas - Poema selecionados, com versos compostos entre 1973 e 2013. A obra conta com recursos do Funcultura.

Share This Story

Get our newsletter